Bem vindo ao All Hockey Brasil / All Habs Brasil

Senta Que Lá Vem História: Lockout Na NHL

By on agosto 13, 2012 in Hockey News with 0 Comments

por Louise, Escritora em Português Brasileiro, AllHabs.net

CURITIBA, BR – Lockout; tradução literal, GREVE. Acontece quando os Dirigentes e os Empregados não estão de acordo com as condições de trabalho.

A história mais recente da NHL é marcada pela briga entre os donos de times e os jogadores (NHLPANational Hockey League Players Association). Essa disputa entre eles começa em 1992, com a primeira greve de jogadores, esta que dura apenas uma semana e 3 dias e teve seu inicio em Abril de 1992. Bob Goodnow, presidente da NHLPA até 2005, comenta que até esse momento os jogadores não eram levados a sério, mas que tudo mudou após a greve. Os motivos que levaram a paralização foram; os jogadores queriam um bônus maior nos playoffs e maior controle sobre suas carreiras.

586px-Stanley_Cup_Season_2004-05Como resultado dessa greve a temporada passou a ter 84 jogos ao invés de 80; jogadores passaram a receber um bônus maior e houve mudança no sistema de free agent e na arbitragem. O legado deixado pela greve de 1992 foi a demissão de John Ziegler pelos donos dos times, e a nomeação de Gil Stein como presidente interino da NHL. Stein foi depois substituído em 1993 por Gary Bettman (ex vice presidente da NBA). Bettman virou o primeiro Comissário da NHL e se encontra nessa posição até hoje.

1994-95; Foi a primeira grande greve da NHL, durando 3 meses, 1 semana e 3 dias. De 1º de Outubro de 1994 até 11 de Janeiro de 1995, 468 jogos foram perdidos contando o All Star Game. O grande problema que rodava essa greve era a implementação do Salary Cap. Os donos de times eram a favor, os jogadores contra. Um outro grande problema na liga eram as franquias pequenas, a NHL queria deixar os salários iguais afim de subsidiar os times fracos enquanto a NHLPA procurava uma forma de repartição da receita para auxiliar as franquias pequenas.

Durante o lockout de 1994-95 alguns jogadores partiram para jogar na Europa, outros ficaram e criaram pequenas ligas com o intuito de levantar dinheiro para ajudar em projetos sociais e teve Wayne Gretzkyque criou junto com alguns amigos a Ninety Nine All Stars Tour e fez jogos de apresentação pelo mundo. O fim da greve aconteceu em 13 de Janeiro de 1995, o resultado foi que a temporada foi encurtada para 48 jogos. Outro resultado dessa greve dois times Canadenses se mudaram para o Estados Unidos; o Québec Nordiques virou o Colorado Avalanche, e o Winnipeg Jets (original) se mudou para Pheonix, virando o Pheonix Coyotes no verão de 1996. E em 1997 o Hartford Whales virou o Carolina Hurricanes. Foi decidido no CBA (Collective Bargaining Agreement) que a temporada ficaria menor de 84 jogos foi para 82, o Salary Cap acabou sendo instituído e foi determinado que todos os jogadores rookies deveriam assinar contratos profissionais de duas vias “two way contract” que permite que o salario do atleta seja equivalente a liga que ele joga. Hoje é muito comum esse tipo de contrato com jogadores que jogam na AHL e na NHL.

2004-05; O pior Lockout até agora, resultou no cancelamento da 88ª temporada da NHL, foi a primeira vez desde 1919 que a Stanley Cup não foi entregue a nenhum time e foi a primeira vez na América do Norte que uma Major League cancelou toda uma temporada por causa de uma disputa trabalhista. A greve durou 10 meses e 6 dias, começando em 16 de Setembro de 2004, quando o Acordo Coletivo “CBA” entre a NHL e a NHLPA expirou e se resolveu quando um novo acordo foi feito em 13 de Junho de 2005, o Lockout acabou oficialmente em 22 de Junho de 2005 quando ambas as partes assinaram o acordo.

Os problemas que geraram a disputa entre a NHL e a NHLPA era novamente relacionado ao Salary Cap. Bettman representando a liga ofereceu 6 ofertas diferentes para a NHLPA, que recusou todas. Eles exigiam que os jogadores continuassem a escolher os termos dos contratos com os times, e esses teriam completo controle sobre o quanto eles gastavam com os jogadores. A revista americana Forbes, publicou na época (Novembro de 2004) que por estimativa deles a liga perdia menos que a metade do que ela afirmava, levantando ainda mais as suspeitas dos jogadores em relação as mudanças oferecidas. Apesar dos números discordarem, uma coisa era certa, várias franquias estavam perdendo muito dinheiro e declarando falência. Outras faziam “fire sales” de franchise players como o Washington Capitals. A liga não tinha retorno publicitário alto, como a NFL e a NBA, a receita por parte de TV nos Estados Unidos era baixa e muitos times sofriam com a falta de fãs nos jogos.

As negociações foram duras e a liga sofreu um grande impacto quando em 16 de Fevereiro de 2005 Gary Bettman declarou cancelada a temporada; fãs se revoltaram com a NHLPA, 51% dos fãs canadenses culpavam os jogadores pelo lockout, enquanto somente 21% culpavam os dirigentes. E muitos jogadores arrogantes na época não ajudavam fazendo declarações desnecessárias. Os fãs sabiam que eles ganhavam salários muito altos e uma greve para ganhar mais era inconcebível especialmente para os fãs das classes mais baixas. O lockout acabou prejudicando os fãs e por consequência os times, ingressos ficam mais caros, os donos culpam o “share” dos jogadores pelos preços dos ingressos. O que não faz sentido, ingressos baratos garantiriam sempre casa cheia, enquanto ingressos mais caros garantem mais dinheiro nos bolsos dos donos. A NHL perdeu fãs no Canadá para a CFL (Canadian Football League) e no Estados unidos muitos fãs migraram para a NBA e para a NFL já que as temporadas coincidem com a do Hockey. E o impacto desse Lockout atinge a liga até hoje, a NHL perdeu muitos fãs depois da greve de 2004-05. Já os jogadores acabaram indo em peso para as ligas Européias, 78 jogadores da NHL foram para a KHL, a Rússia foi o país que mais lucrou com o Lockout da NHL, todos com contratos curtos que garantiam que assim que a greve acabasse eles voltariam para a liga Norte Americana, os jogadores que escolheram não ir para a Europa, ficaram jogando em Minor Leagues perto de suas casas e alguns até fundaram uma pequena liga que contava com um time em cada cidade dos Original Six, mas essa não durou muito tempo.

O Lockout poderia ter se estendido por mais uma temporada, mas o receio de que a liga nunca mais se recuperasse fez com que em Junho de 2005 ambas as partes voltassem a negociar um acordo. Em 13 de Junho de 2005 a NHL e a NHLPA finalmente concordaram quais seriam os termos para o novo CBA e o acordo então foi assinado em 21 de Junho de 2005 acabando com 310 dias de greve. O acordo feito dizia que o Salary Cap seria reajustado todo ano para garantir sempre 54% da receita da NHL para os jogadores, também foi criado um piso salarial. Os contratos passaram a ser garantidos. A parte “share” dos jogadores iria aumentar caso a receita passasse determinado benchmark, e parte da receita dos 10 times mais ricos iria para uma “vaquinha” para os 15 times que menos arrecadassem na temporada.  O Salary Cap acordado nesse primeiro ano na CBA era de U$ 39 Milhões. E a validade desse acordo até a temporada de 2011-12.

Sim, estamos a beira de um novo lockout por quê novamente a NHL e a NHLPA não conseguem chegar em um acordo. De acordo com Gary Bettman se um acordo não for fechado até 15 de Setembro o Lockout vai acontecer. Jogadores tem se manifestado no twitter contra as decisões de Bettman, e vários deles expressam o desejo de que a nova temporada comece sem atrasos. Temos ainda um mês para torcer que ambas as partes cheguem a um acordo que agrade não só a eles, mas que traga boas novas para os fãs do esporte.  Porque será muito triste ler gravado novamente na Stanley “Season Not Played” *dedos cruzados*

Tags: , , , ,

About the Author

About the Author: Louise (Lou) is a graphic designer who loves; Hockey, photography, music, movies, traveling and her pets. Her passion for hockey started in childhood watching Mighty Ducks (the cartoon), she grew up and her passion about hockey grew too. Researching about the sport she found out about Montreal Canadiens, and it was love at first sight. It took a while for her to watch a game live, but that day finally came at January 6, 2011, Habs vs Penguins. She describes it as one of the best moments of her life. The game against the Penguins was the first of 4 games she went while staying in Montreal. She loves the city, and her favorite place there is Centre Bell. Also she is the proud owner of Puck the Bunny! .

Subscribe

If you enjoyed this article, subscribe now to receive more just like it.

Post a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

 

Top
Skip to toolbar