Bem vindo ao All Hockey Brasil / All Habs Brasil

Sacudindo A Poeira; Draft, Trocas e O Que Melhorar Para a Próxima Temporada

By on junho 26, 2013 in All Habs news with 0 Comments

por Louise, Escritora em Português Brasileiro, All Habs Brasil

CURITIBA, BR- Com o fim da temporada de 2012-13 chegando a uma conclusão é hora de sacudir a poeira e começar a se preparar para o Draft. A seleção dos novos jogadores que marca o inicio da temporada 2013-2014, será realizada em 30 de Junho, no Prudential Center, em Newark, New Jersey.

Game on! Video - dressing room - Montreal CanadiensEsse será o segundo Draft de Marc Bergevin como GM dos Canadiens, na seleção passada os Habs ficaram com a terceira posição e selecionaram muito bem seus novos jogadores, Alex Galchenyuk foi a primeira escolha, terceiro no geral. O rookie que conquistou a confiança do técnico aos poucos já mostrou ao que veio. Esse ano o time possui a vantagem de múltiplas escolhas, resultados de trocas nas ultimas temporadas. Ainda é um mistério se Bergevin vai trocar essas escolhas em negociações de jogadores experientes ou vai usá-las todas na seleção de novos talentos.

Esse ano diferentemente do ano passado o Habs ficou com a 25º posição, Bergevin já avisou que esse caso é bem diferente da temporada passada e que muita coisa pode acontecer antes da escolha dos Canadiens. Trocar algumas dessas escolhas para subir algumas colocações no Draft não está descartado pelo GM dos Canadiens, segundo ele as perdas não seriam tão grandes, afinal o time possui escolhas de sobra.

Mas com tantas opções o que os fãs esperam? O Montreal Canadiens mostrou que sob comando da nova direção conseguiu pular das ultimas colocações para os playoffs, mas a péssima atuação contra o Ottawa Senators e a saída prematura do mesmo mostrou que o time tem muito que melhorar ainda, especialmente na defesa.

Sim, temos o ganhador do troféu Norris de melhor defensor, PK Subban, mas isso não quer dizer que estamos em vantagem. É uma queixa de todos os fãs e especialistas no esporte que o que mais falta para o time é tamanho. Temos jogadores habilidosos e pequenos como Brendan Gallagher, mas sem um defensor grande para cuidar dele no gelo, o time fica em desvantagem contra times grandes, nesse caso Golias vence o David. Jarred Tinordi é uma ótima opção pelo tamanho para ocupar uma vaga permanente no time. Jogadores experientes altos estão em falta no mercado e os poucos disponíveis custam caro e não são em todo habilidosos, tem o tamanho, mas falta habilidade. Como GM, o que você escolheria? Tamanho ou Habilidade? Com o mercado escasso o ideal é selecionar novos jogadores que possuam essa qualidade, afinal não se pode ensinar altura, mas pode desenvolver um jogador alto com uma habilidade média para um bom jogador. Como Ryane Clowe que foi escolhido no 6 round , 175 no total, nos Drafts de 2001, jogador por sinal que estava nos Free Agents, mas que os Habs não conseguiram contratar do São José Sharks, Clowe acabou indo para o New York Rangers.

Boa noticia com o buyout os Canadiens já se livraram de Scott Gomez e agora a vítima da vez foi Tomas Kaberle. O jogador já foi informado da decisão. Esses movimentos mostram que Bergevin está consertando os erros deixados pelo seu antecessor. Ainda no setor de trocas, nada está muito definido, mas há boatos que um center pode ser trocado. Afinal o Habs tem um péssimo recorde de faceoffs ganhos e quando você compara com os times que avançaram no campeonato um Jonathan Toews, Patrice Bergeron, Pavel Datsyuk, Logan Couture entre outros fazem a diferença e fazem falta.

Trocas e novos jogadores são só parte do problema, mas ainda existem outras áreas que merecem atenção para que a nova temporada comece com o pé direito, ou melhor ainda com o patins direito.

Carey Price, conseguiu um ótimo contrato essa temporada, contrato digno de um goleiro de elite, mas o jovem goleiro dos Habs ainda está devendo para a torcida a temporada perfeita. E sim, goleiros ganham Stanleys, veja o que Jonathan Quick fez pelos LA Kings na temporada passada e como Sergei Bobrovsky, do Colombus Blue Jackets fez diferença para seu time, seu trabalho foi tão significante para o avanço dos Blue Jackets que ele foi o grande campeão do troféu Vezina. O desabafo de Price sobre a pressão da torcida gerou muita polêmica, mas é claro que tudo é super exagerado pela mídia, pois polêmica vende. E tanto Bergevin quanto Guy Lafleur partiram em defesa do goleiro dos Habs. Lafleur, mais do que ninguém entende o que é a pressão da torcida mais apaixonada do esporte. Bergevin com a brincadeira de que se fosse para ajudar ele faria as compras para Carey. Com o técnico de goleiros do Habs, Pierre Groulx, demitido isso abre espaço para debates. O que aconteceu com Price essa temporada para ser tão irregular, com jogos perfeitos e outros desastrosos. Estaria o goleiro cowboy jogando machucado? O que podemos esperar de Price nessa nova temporada? Nesse momento, não podemos prever muita coisa, mas após o desabafo e a garantia dele que sim, ele quer ganhar um Stanley pelo Montreal Canadiens podemos ter esperança que Carey vai voltar mostrando que o salário de elite está sendo bem investido.

Lars Eller, após passar alguns jogos vendo os jogos na cabine de imprensa o jogador mostrou serviço e ganhou a confiança de Michel Therrien. Mas o acidente no primeiro jogo dos playoffs, rendeu ao Center dos Habs uma concussão, ossos do rosto partidos e alguns dentes a menos. Alguns jogadores, como Max Pacioretty voltam de acidentes feios com mais garra para ganhar, outros ficam receosos, o que podemos esperar de Lars na próxima temporada? Eu imagino que Eller vai dar a volta por cima e continuar no seu caminho para atingir o “Ellervation”, ele é um jogador novo ainda e talentoso, possui tamanho, algo que o Habs precisa. E agora que desculpem a expressão, com “a água está batendo na bunda” é hora de fazer bonito ou ir para casa (aka ser trocado).

Michel Therrien, o técnico durão conseguiu por o time em ordem, é claro que ainda há muita coisa a ser feita, mas o conceito de time/família cresceu no comando de Therrien. Ele soube usar Galchenyuk e Gallagher, dando aos novatos períodos pequenos no gelo e aumentando gradualmente para que ganhassem mais experiência. Brendan conquistou a simpatia dos fãs mostrando que não tem medo de encarar defensores grandalhões, apesar da estatura, o que ele não tem em altura tem em vontade de ganhar e habilidade. Ambos os novatos por sinal foram indicados para o troféu Calder, Gallagher conseguiu chegar aos finalistas, mas acabou perdendo para Jonathan Huberdeau do Florida Panthers.  Mas o grande teste de ambos ainda não veio, uma grande pergunta é como eles vão lidar com uma temporada completa de 82 jogos.

David Desharnais, tanto fez que conseguiu um contrato renovado e para muitos especialistas no esporte ele garantiu mais uma chance de mostrar que pode ser o jogador que foi na temporada passada. Sem a linha do “two and a half men” Desharnais ficou perdido, mas não podemos apontar o dedo apenas para o pequeno atacante do Habs, Max Pacioretty também não rendeu essa temporada como na anterior e o outro companheiro de linha, Erik Cole fez suas malas em direção a Dallas. O fim de 2011-12 deixou muitos jogadores desanimados e o lockout acabou com o humor de muitos, talvez tenha tido uma grande influencia na queda de rendimento de alguns jogadores. Então realmente teremos que esperar para ver se essa queda de produção se deu por conta do lockout, estaremos de olho a partir de Outubro.

Esperamos que Bergevin traga para o time mais jogadores como Brandon Prust, polêmicos no inicio, mas que com o tempo se mostrou um grande líder no gelo e um bom exemplo para os novatos fora dele. Pronto para dar a cara a tapa. Literalmente, pelo time. E que outros jogadores como Travis Moen, Ryan White, Andrei Markov, Alexei Emelin e Brian Gionta sacudam qualquer problema dessa temporada, físicos e emocionais e voltem ainda mais fortes e dispostos.

Como um todo o Canadiens tem muito trabalho ainda pela frente. A equipe precisa ainda de mais consistência, mas pequenos detalhes até como o 24h CH aproximaram os jogadores dos fãs mostrando o lado humano da equipe. É claro, como fãs queremos resultados, mas eles também querem. Se nós queremos tanto ver a 25ª Stanley em Montreal todos são unânimes em entrevistas que nada faria eles mais orgulhosos do que ajudar o Canadiens a atingir esse objetivo. Acredito que se a equipe continuar a seguir nesse ritmo, ajustando os pequenos detalhes, nada vai impedir que a próxima casa do Lorde Stanley seja Montreal. Agora deixe que ele curta um tempinho em Chicago, logo logo ele voltará para casa. A propósito Parabéns ao Chicago Blackhawks pela grande virada no jogo 6 da Stanley Cup Final contra o Boston Bruins. A taça foi para o melhor time dessa temporada, cuidem bem dela.

Não esqueçam dos Drafts esse final de semana. A equipe do All Habs estará promovendo uma grande festa online, uma Global Hockey Party, fiquem ligados no twitter e no site para mais informações durante a semana. Teremos trivias no twitter, bate papo com especialistas sobre os prospects, a próxima temporada, campos de treinamento, jogadores, técnicos, enfim qualquer dúvida que você tenha. A equipe do All Habs Brasil estará por lá também, então se inglês ou francês não for seu forte não se preocupe, nós estaremos lá para te auxiliar. Não deixe de participar da nossa grande festa do Hockey, chame todo mundo e atenção no twitter do @All_Habs para informações de como participar dos chats.

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

About the Author

About the Author:

Louise (Lou) is a graphic designer who loves; Hockey, photography, music, movies, traveling and her pets. Her passion for hockey started in childhood watching Mighty Ducks (the cartoon), she grew up and her passion about hockey grew too. Researching about the sport she found out about Montreal Canadiens, and it was love at first sight. It took a while for her to watch a game live, but that day finally came at January 6, 2011, Habs vs Penguins. She describes it as one of the best moments of her life. The game against the Penguins was the first of 4 games she went while staying in Montreal. She loves the city, and her favorite place there is Centre Bell. Also she is the proud owner of Puck the Bunny!

.

Subscribe

If you enjoyed this article, subscribe now to receive more just like it.

Post a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

 

Top