Bem vindo ao All Hockey Brasil / All Habs Brasil

Porque Atletas Ainda Usam O Número 99 e 66?

By on novembro 14, 2013 in Feature with 0 Comments

por Pablo Navarro , Escritor em Português Brasileiro, All Hockey Brasil 

COLORADO SPRINGS, CO. — Fala galera. À pedido de alguns atletas, os quais me surpreendeu a faixa etária, alguns bem novos outros bem mais velhos, elaborei este post sobre os números 99 e 66 no hockey. Primeiramente, gostaria de deixar claro que não é diretamente escrito para ninguém, tenho vários amigos, entre eles bons amigos no Brasil que usam estes números. O post foi apenas montado via a solicitação do site.

Na história do hockey profissional existiram inúmeros jogadores de altíssima qualidade, vários deles como Maurice Richard, por exemplo, que foi o primeiro a fazer mais de 50 gols na NHL e terminou a sua temporada com, na época, a incrível marca de 544 gols. Até hoje existe na NHL um troféu com seu nome. Poderia citar inúmeros nomes de jogadores ilustres como: Bret HullMark MessierBryan LeechRay BorqueJoe SakicFilip Forsberg, alguns ainda em atividades, como Teemu SelanneJaromir Jarg, enfim. Retomando ao tópico do texto.

A história dos números aposentados da NHL são como uma forma respeito, uma maneira que as equipes encontraram de homenagear seus melhores jogadores, aqueles mais fabulosos, que contribuíram com muitos pontos para o time e que sempre foram um exemplo dentro e fora do rink. A ideia desta homenagem é para que futuros atletas que venham a vestir a camisa do time nunca mais jogarem com o mesmo número daquele que é incomparável.

mario lemieux canada cup 1987 wayne gretzky pass goalNo caso específico dos números 66 e 99, que são os números mais famosos a serem aposentados nos últimos tempos. Sem dúvida nenhuma foram utilizados por duas grandes estrelas carismáticas e que também foram jogadores extraordinários.

66 – Mario Lemieux, grande, forte, rápido e habilidoso, uma dor de cabeça para qualquer equipe a qual ele jogasse contra, detentor de números extraordinários.

Jogos   915                 Gols  690               Assistências 1033                Pontos 1723

Mario sem dúvida foi um dos jogadores mais extraordinários da liga. Um fato curioso sobre ele: se aposentou em 1996-97, após um jogo contra o Philadelphia Flyers. A torcida, que é considerada muito hostil, ao final do jogo o aplaudiu em pé. Mario, após alguns anos fora da liga, retornou em 2000 como jogador e dono da equipe do Pittsburgh Penguins, mas logo após teve uma aposentadoria forçada devido a um problema cardíaco o qual colocaria sua vida em risco.

Lemieux sem dúvida é incomparável e já na sua época o seu empresário o chamava de o novo Gretzky teve a excelente ideia de marketing de dar a ele o número 66 na NHL que era exatamente o 99 do Wayne Gretzky ao contrário.

99- Tratando-se do número 99, falaremos do melhor de todos na história da liga. Jogador o qual nem mesmo o próprio Mario Lemiux se comparava. Wayne Gretzky sempre foi um prodígio. Já na sua infância, em uma liga infantil no Canadá, jogou 78 jogos e marcou incríveis 378 gols. Wayne por todas as ligas e temporadas as qual jogou sempre foi o detentor de todos os recordes, e foi ele que colocou a humilde cidade de Edmonton, no Canadá, no mapa do mundo.

The Great One, como é conhecido, sempre foi um jogador além de seu tempo, um jogador que ao invés do que muitos acham não era o mais habilidoso e sim o mais esperto.
Toda essa inteligência e esperteza rendeu para ele apenas 40 recordes da temporada regular e  15 recordes dos playoffs. Sem dúvida um jogador incomparável.

Acho que alguns já entenderam o porquê dos números aposentados não serem usados. Na cultura do hockey, esses jogadores incomparáveis são conhecidos por seus números. Quando estes números são aposentados, a maioria dos jogadores respeitam, pois por muito acha-se que usar um destes números seria se comparar ou querer ser comparado. Basicamente algo que não seria viável já que se você é um prodígio, um jogador extraordinário, você vai querer aposentar seu próprio número.

Na América do sul arrisco dizer que é um dos únicos continentes que ainda vemos jogadores utilizarem o número 99 e 66 isso basicamente porque nenhum deles teve experiência profissional de hockey. Digo isso por conhecimento de fato pois eu vivo do hockey profissionalmente. Claro que bem influenciados por um excelente jogador acabaram utilizando estes números e quando houve a aposentadoria cometeram o infeliz “erro” de não trocar de número em respeito aos aposentados, mas claro que isso também vem do fato de não terem uma cultura de hockey e essa ação para muitos não tinha valor. Enfim espero ter esclarecido e novamente repito que não é um post direcionado a ninguém, tem apenas caráter informativo.
Espero que tenham gostado, curtam e divulguem meu trabalho.

Se tiverem novas perguntas sobre hockey sintam-se a vontade para enviar nos comentários.

Grande abraço.

Tags: , , , , , , , , , , , , ,

About the Author

About the Author: .

Subscribe

If you enjoyed this article, subscribe now to receive more just like it.

Post a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

 

Top
Skip to toolbar